Filhos devem participar das atividades domésticas

Toda vez que converso com outras pessoas (que têm crianças em casa) sobre as tarefas domésticas, ouço que dei sorte por ter uma filha que ajuda em casa. Eu nunca vou entender essa desculpa de que o outro deu sorte por ter um filho educado e participativo. Eu não chamo gritar, dar bronca e por de castigo de sorte, pelo contrário, é um saco! Outra coisa, se a criança mora na casa e tem capacidade de entender as coisas e de fazer algumas tarefas, ela não está ajudando em nada, ela está fazendo a parte dela como moradora daquele ambiente.

Todas as manhãs eu e a Isabela temos o mesmo impasse. Nossa rotina é assim, acordamos no mesmo horário, ela veste o uniforme e eu a roupa de trabalho, descemos e enquanto eu faço café-da-manhã, lanche da escola e cuido das coisas do cachorro, ela ainda está colocando uniforme e arrumando material escolar. Muitas vezes ela fica enrolando para chegar na cozinha e encontrar tudo pronto. Como mãe, eu conheço a filha que tenho e sei qual é a velocidade e limitação que ela tem. No caso, é pura malandragem. Então eu deixo algumas coisas para ela fazer. Já combinamos que se nos atrasarmos por culpa dela e perder o horário de entrada da escola, quem sofrerá as consequências será ela.

Colocado tudo isso, ela tem que ajudar no preparo da lancheira, guardar todas as coisas que usamos no café-da-manhã e lavar a louça que ela sujou. Se reclamar vai fazer reclamando e terá algum castigo (ficar sem celular, Internet, qualquer privação que a faça funcionar numa boa). Funciona bem, é uma escolha que fiz, vou me estressar um pouco por dia, ela vai aprender que cada um tem sua função, de bônus, meu estresse é cada dia menor.

O mesmo funciona com o almoço. Quantas vezes não ouvi que fui premiada em ter uma filha tão colaborativa?! Pensa bem, eu tenho que escolher entre duas realidades, a primeira é, trabalhar até meio-dia, sair do trabalho, pegar a Isabela na escola, chegar em casa, cuidar do cachorro, fazer o almoço, colocar a mesa, lavar toda a louça e arrumar a cozinha. Ou, segunda opção, trabalho até meio-dia, pego a Isabela, faço almoço enquanto ela cuida do cachorro e coloca a mesa, termino o almoço e juntas lavamos e limpamos tudo. Vou sempre escolher a segunda, afinal, não tirei todas as tardes da vida para ficar na cozinha.

Também me falam do quanto Deus gosta de mim por ter mandado uma menina com responsabilidade. A Isabela chega em casa, depois que limpamos tudo do almoço, senta e faz toda a lição e, se tem prova, estuda. Não é sorte, é pulso firme. Se não faz isso tem castigo, tem consequência, tem privação. Se faz mal feito, faz duas, três, quantas vezes precisar até sair bem feito. Eu garanto que quanto mais cedo e mais vezes insistir no bom comportamento, mais fácil fica.

Educar é saber insistir e desistir conforme a necessidade do filho. Não cai no mantra preguiçoso de ter dado sorte ou azar. Lógico que existem inúmeros fatores que auxiliam no molde do caráter da criança, mas educar exige paciência e insistência, principalmente, entender que você tem a sua responsabilidade nessa tarefa e que não adianta contar com a sorte. Eu me pego várias vezes querendo desistir de pedir a colaboração da Isabela em casa, se eu desistir, vou ter que fazer tudo sozinha, e ainda vou ter criado uma menina mimada que não se importa com o outro. A arte da repetição serve para tudo, inclusive para criar uma criança, as coisas só melhoram quando fazemos todos os dias. Todos os dias vamos mais longe. Criar um filho é como um treino de corrida, começamos devagar, alternando caminhadas com corridas leves, cada dia aumentando a distância de pouco em pouco. Se parar de treinar, o rendimento na corrida irá cair, atingindo distância e velocidade menores.

Segue aqui uma dica que retirei do Blog da Diiirce (sou fã e indico que sigam, curtem e amem):

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: