Minha amiga grávida,

Escrevo em forma de carta, porque além de ser assim que me expresso melhor, eu não sei ser breve, então segue uma carta que te diz um pouco do que eu queria ter ouvido quando decidi ser mãe.

Preze por uma boa relação com o pai de seu filho. O ensine e ajude a ser pai, muitos homens até querem isso, mas não sabem como fazer ou ser. Vocês não precisam ser um casal para amar e criar um filho, basta vocês se respeitarem e quererem. Se alguém não quiser ser pai ou mãe, é melhor que não seja. Não existe coisa pior do que ser abandonado por uma pessoa fisicamente presente.

Se você tem dúvidas de que ele vai levar adiante a paternidade, se você teme que ele só queira participar enquanto é novidade, dê a palavra final na escolha do nome e dos padrinhos (vai que você tem religião né?), mas o ouça, mostre seu interesse na participação dele. Assim, se o sujeito mostrar que não presta para o papel, você não terá que conviver com escolhas dele.

Falando sobre o nome, se houver qualquer insegurança quanto á presença do pai, coloque o seu sobrenome no final. Minha filha teve muito problema com isso, inclusive teve que fazer acompanhamento psicológico, pois não aceitava ser reconhecida por um nome que não era da família. Aos cinco anos de idade, ela me disse que ser chamada pelo sobrenome do pai biológico era ser lembrada constantemente que existiu um pai que não a quis.

Não tenha medo da gravidez e do bebê, será a melhor coisa que lhe aconteceu. Isso não quer dizer que será fácil. (Em outro momento lhe conto sobre a dificuldade). O amor que uma mãe sente, ninguém no mundo sente. Qualquer um que exerça o papel de mãe sabe do que estou falando.

Te conheço e sei que daqui uns anos, você irá sentar e olhar as fotos do seu filho. Será a hora que perceberá que você só lembra da parte boa, dos sorrisos, do amor e do cheirinho dele. Encare esse bebê como um presente da vida, você tem a chance de preparar um ser humano para o mundo. Essa missão não vem acompanhada da gravidez, vem acompanhada da decisão de ser mãe. Você tem a chance de ensinar a ele tudo o que você considera importante para um ser humano.

Nasce em você a oportunidade de amar incondicionalmente alguém, e será o amor mais louco do mundo, porque você não espera uma retribuição, uma troca, você o ama porque ama.

Se hoje posso dizer algo que fiz e não me arrependo é: aproveite cada fase, anote as coisas que não quer nunca mais esquecer, tire muita foto, brinque, ame, dê colo, divida a cama, ensine o que você considera certo e errado, seja firme, saiba ouvir o que ele diz, respeite o que ele sente e lembre-se: toda mãe erra muito, você não será a única nem a primeira a fazer besteiras, a se arrepender, a chorar. Por isso, encare a maternidade com leveza e amor.

Não se prive de nada, faça tudo o que tiver vontade, fique junto, mas também passeie sozinha e trabalhe sem medo, afinal, você o está preparando para o futuro, mas deve sempre viver o presente. Aperte, abrace, dê bronca, beije, coma com ele na cama, faça noite do pijama, o mande dormir na cama dele, faça tudo, o segredo está em saber dosar as coisas, e a decepção está em saber que não sabemos dosar nada. Há excessos que devem ser cometidos: o de abraços e o de amor.

Ninguém nasce sabendo e não existe fórmula para criar filho. Nós sempre achamos que poderíamos ter feito mais. Siga seu coração, pergunte, peça ajuda, peça privacidade, chame a mãe, as amigas, quem você quiser. Leia, pesquise, invente, tente, erre, tente de novo.

Relaxa, é normal conferir cinquenta vezes se o bebê está respirando, é normal chorar junto com o filho, é normal correr para o hospital por qualquer coisinha. Só o tempo vai lhe ensinar e lhe dar segurança, ou não, talvez sejamos inseguras pra sempre, mas conseguimos ser felizes.

Tenha em mente que toda mãe é maluca e você é só mais uma louca cheia de amor.

Quando você perceber, a gravidez passou e o bebê nasceu. De repente o bebê é uma criança, um pré-adolescente, um adolescente, um adulto. Como tudo o que é gostoso, você terá a impressão que passou rápido, então que essa impressão lhe traga as melhores lembranças e os melhores sentimentos. Você está pronta, você escolheu ser mãe e será a melhor mãe que esse bebê poderia ter.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: