Representatividade nas bonecas

A página Família em Tiras tem uma série chamada perguntas difíceis. Ontem, pra minha alegria (sou mega fã da página), a tirinha foi feita com a Isabela como personagem. A pergunta que a Isabela fez foi a seguinte: quando uma criança negra quer uma filha parecida com ela, como ela faz se ninguém vende boneca negra? A pergunta veio depois de uma longa busca por uma boneca negra. Quando finalmente achamos a boneca, a Isabela me perguntou por que existe racismo.

14434825_1206160399437255_8529413558727781327_o

Ao ser publicada a questão, recebi algumas mensagens, e até reclamações, dizendo que existe sim boneca negra no mercado. Vou contar a minha experiência com a busca pela boneca negra, talvez eu tenha dado azar e entrado nas lojas quando o estoque acabou e só sobraram as bonecas brancas, quase em totalidade, loiras de olhos azuis.

A Isabela não é muito fã de brincar de casinha e cuidar de filhas (ela chama as bonecas de filhas). Ela quase não tem bonecas, o negócio dela é lego, bola, tinta e outras coisas que não incluem cuidar da casa.

Em uma determinada semana uma amiga combinou com ela de levarem as filhas na escola. Nesse dia ela ficou a tarde toda cuidando da boneca em casa. Foi aí que eu reparei que as 3 “filhas” dela são loiras de olhos azuis. Observei por um tempo a brincadeira, até que falei que ela podia ter uma filha com cabelos e olhos castanhos, como os dela. Nesse momento veio uma pergunta mais inesperada ainda: Mãe, eu posso ter filha que não é loira? Tipo, eu posso ir na loja e comprar uma filha morena ou negra?

Como ela tinha juntado um dinheirinho, a levei ao shopping e fomos procurar algo que coubesse no orçamento dela. Para nossa surpresa quase não encontramos bonecas de cabelos e olhos castanhos e muito menos negras. O que encontramos foram aquelas bonecas de 2 mil reais, que aí tem todos os biotipos possíveis, e uma única baby alive por R$ 200,00. Muito acima do orçamento da Isabela.

As loiras de olhos azuis encontramos em todos os tamanhos e preços. Encontramos uma boneca negra de R$ 20,00, mas era pequenininha e tinha olhos verdes. Não era o que a Isabela procurava. Ela queria uma filha negra, olhos castanhos e cabelos crespos (as poucas que vimos tinham cabelos lisos).

screenshot_20160926-080130_1Prometi a ela que quando fossemos para o Rio de Janeiro poderíamos procurar, porque lá eu já tinha ouvido falar que era mais fácil encontrar.

Não precisamos procurar. Primeira loja de departamentos que entramos em um shopping na Barra, lá estava a filha negra. Não foi bem um “lá estava”, na verdade, tinha um único tipo de boneca em meio a várias loiras, e confesso que ela estava meio escondidinha, no alto, eu vi por conta da minha altura, crianças não veriam.

Como nunca ficamos procurando bonecas, eu não sabia que era raro encontrar boneca negra. Depois do post recebi as críticas e comentários dizendo que era fácil encontrar. No meu conceito, fácil de encontrar significa entrar em qualquer loja e ter mais de uma opção. O que eu vi é que além de não ter em loja alguma, quando perguntamos se sabia onde encontrar, a resposta, em todas as lojas, foi um “não”. A mesma resposta era dada quando perguntávamos se tinha previsão de chegar boneca negra naquela loja. Então a pergunta da Isabela é a mesma que a minha, e espero que alguma fábrica de brinquedos ou loja possa me responder isso:

Quando uma criança negra quer uma filha parecida com ela, como ela faz se ninguém vende boneca negra?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: