O que fazer quando o filho vai parar na diretoria?

Esses dias ao buscar a Isabela na escola, ela entrou no carro e eu perguntei se o dia dela tinha sido bom. Ela estava com uma expressão brava e disse:

– Meu dia foi horrível e quando eu te contar você vai ficar brava.

Já veio aquele medo de saber o que aconteceu. Mas antes de imaginar qualquer coisa, prefiro ouvi-la.

Ela me contou que estava brincando com mais duas amigas de jogar água uma na outra, até que ela foi jogar e a amiga abaixou. A água estragou um cartaz que estava na parede. Por essa brincadeira foram parar na diretoria. Tiveram que escrever um pedido de desculpas para os donos do cartaz e, se fosse pedido, teriam que fazer um novo.

Procurei mostrar como seria isso no mundo dos adultos. Usei o exemplo da batida de carro, perguntei:

– Se a mamãe está agora dirigindo, se distrai conversando com você e sem querer bate no carro da frente e amassa toda a traseira dele. Você acha certo o dono do carro da frente pagar o conserto sendo que a mamãe que amassou? O que a mamãe teria que fazer se isso acontecesse?

Ela respondeu:

– Tem que pedir desculpa e arrumar o carro dele.

Perguntei:

– Mesmo sem querer?

Ela respondeu:

– Não é justo ele gastar dinheiro se você que bateu.

Tornei a perguntar:

– Mas eu fiz algo errado? Eu só estava dirigindo e me distraí.

Ela ficou um pouco pensativa e disse:

– Mas se batessem no seu carro não ia ser justo você pagar.

Então, mostrei que era a mesma situação. Ela fez sem querer, mas a pessoa podia ficar triste por perder o cartaz que se dedicou a fazer.

A escola foi sensata, não teve uma bronca em si, mas sim uma conversa sobre o que fizeram. Assim, as ensinaram a reparar o que causaram. Quando ela terminou de contar eu falei que não estava brava, que não teria sentido ela tomar duas vezes a mesma bronca e que elas fizeram o certo, mesmo sem querer, prejudicaram alguém e precisavam pedir desculpas, se necessário reparar o dano. Falei que se a escola não permite brincar de jogar água, elas não deviam brincar disso, mas que foi uma brincadeira em horário de intervalo, não posso punir uma criança por ser criança. Assim que terminei de falar, ela sorriu e disse:

– Ufa, achei que você fosse me deixar de castigo por um ano porque eu fui pra diretoria.

Expliquei que não tem sentido deixar de castigo se foi sem querer, mas que eu ia ficar muito brava se ela não assumisse o que fez ou se não se desculpasse com os donos do cartaz. Expliquei que deixaria sim de castigo (por bem menos tempo que um ano) se ir pra diretoria fosse algo recorrente ou se ela tivesse prejudicado alguém de propósito.

Fiquei pensando, de onde ela tirou que teria castigo de um ano, se os castigos são contados em poucos dias e sempre relembrando o motivo para ver se ela entendeu. Não sei se é influência da minha vida como advogada, mas os castigos sempre possuem redução de tempo de acordo com o bom comportamento e entendimento do que fez.

Mas, como sempre, depois que tudo passou fiquei em dúvida se fiz o certo. O fato dela ir para a diretoria e ter a punição da escola já é pesado demais para ter mais um castigo em casa, acho que não tenho que dar mais uma bronca ou punir por algo tão inocente. Sou contra passar a mão na cabeça e aí que veio a dúvida, será que fiz isso?

4 comentários em “O que fazer quando o filho vai parar na diretoria?

Adicione o seu

  1. Eu penso que a utilidade do castigo é fazer com que a criança perceba seu erro. No caso ela já sabe que errou, mesmo que sem querer, e já se desculpou. Então não haveria necessidade de um outro castigo em casa. A conversa na escola e em casa foram suficientes para ela entender o que aconteceu e a necessidade de reparar o erro. Ao meu ver sua atitude foi correta.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: