Dicas da Adinalva Ruggeri para organizar quarto infantil

IMG_4119Essa semana procurei a Adinalva Ruggeri – Consultora em Organização de Ambientes e Personal Organizer – para me dar algumas dicas do que fazer com o quarto da Isabela. Por mais que ela arrume o quarto, parece que não cabem as coisas lá dentro. Ao longo da conversa descobri duas coisas: temos muita coisa que não precisamos ter e se soubermos usar o espaço, cabe tudo. As fotos postadas são da Adinalva.

 

Dica 1: O que te incomoda nesse ambiente? O que você mudaria?

IMG_4076

Toda organização só tem sucesso quando tem descarte. Quando a Adinalva falou a palavra  “descarte”, a Isabela já tremeu na base. Ela sempre doa as coisas que não usa, mas mesmo assim, acumula muita coisa e é difícil mandar embora quando ainda é novo. Quando ela reclamou dessa ideia, a Adinalva explicou que descartar não é só doar ou jogar fora, é tirar de circulação o que não está usando no momento. Por exemplo, pegar as roupas de inverno e deixar fora de circulação no verão. Colocar os brinquedos que só usa em determinadas ocasiões e deixar em caixas no alto.

 

Dica 2: faça a criança ter prazer em estar no quarto dela.

IMG_4120

Na maioria dos quartos de crianças, o espaço é dividido entre brinquedos, estudo e dormir. São três atividades muito diferentes, por isso, cada uma tem que estar organizada para que a criança sinta prazer dentro do quarto. Se ela não quiser ficar no quarto dela, é porque algo está errado com o ambiente.

Nesse caso, se o quarto da criança se tornar um lugar que ela gosta de estar, pode até resolver alguns casos de filhos que querem dormir com os pais. Pode ser que a criança queira dormir com os pais porque o quarto dela é bagunçado e tem muito estímulo que a deixa agitada. Quando a casa não tem espaço para a brinquedoteca, tem que achar uma solução.

 

Dica 3: pratique o desapego

IMG_1074

A Adinalva sugere que exercite o desapego e mostre para os filhos a importância da doação. Muitas crianças nem sabem tudo o que tem dentro do quarto. Algumas crianças tem brinquedos de quando era bebê, e nesse caso tem que ver se é ela que não quis doar, ou se a mãe que quis guardar.

Se for a mãe, ela tem que doar os brinquedos que estão em caixas lá no alto, sem o filho ver, porque na hora que ele ver o brinquedo, vai achar que é novidade e vai querer.

Depois, para os brinquedos que estão em circulação, é importante que a criança selecione o que ela quer doar, para ela aprender e escolher.

Precisamos ter em mente que tirar, limpar e guardar é só uma limpeza. Se algo valer a pena guardar não tem problema. Mas tirar de circulação o que não usa. Abrir o espaço para coisa nova. Deixar à mão o que se usa com frequência.

 

Dica 4: saiba usar o espaço

IMG_4192

A Adinalva sugere para brinquedos de pelúcia, usar mais o espaço aéreo, porta brinquedos de por na parede e prateleiras. Já para legos, quebra-cabeças, jogos e coisas que perderam a caixa original, ela sugere caixa organizadora. Aqui vai uma dica dentro da dica, ela diz para sempre verificar se o jogo está completo, se não dá para usar vai ser algo descartável.

Sempre colocar tudo o que a criança pode fazer sozinha à altura dela, tudo ao alcance, para a criança poder usar a vontade, e evitar que ela decida subir e ou escalar os móveis para pegar o que deseja.

 

Dica 5: ensine seu filho a organizar

 

FullSizeRender(7)Sempre falar para a criança que existe hora para tudo, inclusive para guardar os brinquedos. Tem casas que a criança brinca, faz bagunça e quando volta está tudo magicamente arrumadinho no lugar. Parar meia hora antes do que teria que parar de brincar, pra arrumar tudo.

A gente vê muita casa que a criança sempre teve alguém guardando tudo, de repente, a partir de uma certa idade, os pais cobram que o quarto fique arrumado. Mas o filho não sabe arrumar e não gosta de fazer isso. Por isso a importância de ensinar desde pequenininho.

Sempre determinar com o que vai brincar, para a criança saber o que pegar, escolher, e usar o que pegou, se não vira caos, ela tira tudo do lugar e não usa nada. Escolhido o brinquedo, quando for brincar com outro, primeiro guarda o que não está usando. Assim define o espaço da bagunça.

A criança tem q ver o adulto fazendo, ela aprende repetindo. Os adultos tem que guardar para ensinar fazendo junto. Aproveite para explorar a fantasia e a imaginação. A Adinalva dá um exemplo: dizer para a criança que a boneca tem quer ir ficar junto com as outras bonecas, para ela contar como foi a brincadeira. Dizer que a boneca vai ficar feliz contando para as amigas o que elas fizeram. Falar que deixar a boneca jogada, será o mesmo que deixá-la sozinha, sem as amigas. Tem que fazer um sentido no guardar, se não a criança não entende o organizar.

 

Dica 6: valorize o espaço da criança

FullSizeRender(5)

A criança tem que saber que cada coisa tem seu lugar. Passar pela organização para a criança entender como guardar. Quando a criança gosta do seu espaço, do seu quarto, ela quer ficar lá dentro, ela aceita dormir ali. Aos poucos, ela vai estar brincando e querendo cada vez mais ficar ali. Para a criança sentir a importância, os pais precisam passar isso para elas. Cabe aos pais valorizar o quarto, elogiar, e sempre que estiver organizado dizer que está bonito. Os pais devem incentivar os filhos a serem independentes. Se a criança consegue achar as coisas, as roupas e os brinquedos, ela consegue pegar o quer sozinha, ela consegue escolher. Valorizando essas coisas, a criança mantém a organização.

FullSizeRender(4)

Agora que entendemos um pouco sobre como deixar o quarto mais organizado, temos que nos conscientizar sobre a importância da organização. A Organizer tem a função de ensinar como fazer, mas manter tudo no lugar é um hábito. A Organizer vende o conceito da organização, e a organização permanece com a mudança de hábito de cada um.

FullSizeRender(9)Nas palavras da Adinalva: “Meu trabalho não se resume em ir na casa, tirar tudo da gaveta, dobrar, separar em cores e ir embora. Isso é consequência do conceito. O conceito é entrar em contato com o que você quer: beneficio, qualidade de vida, praticidade, tempo. Ao ter consciência do que quer, vem a organização, que visa: praticidade, qualidade de vida e bem estar. Depois que vem a parte de dobrar e separar por cores para facilitar na hora de pegar já sabendo exatamente onde vai estar. Sem um padrão de organização, você tem que procurar em todas as gavetas até chegar no que procura. A organização é perecível o que vai permanecer é o hábito.

 

12067909_957776034287427_862668988_nContatos da Adinalva:

E-mail: adinalva@casaruggeri.com.br
Cel/WhatsApp: 19 9 9604 3744
Fanpage: Casa Ruggeri
Site: www.casaruggeri.com.br

2 comentários em “Dicas da Adinalva Ruggeri para organizar quarto infantil

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: