São Bartolomeu de Minas

Sim, esse é o nome do local que fomos conhecer. Essa é a cidade, ou melhor, distrito, da Karol (aquela, do Blog Antes tarde do que com 30). Primeiro vou contar um pouco sobre São Bartô (para os íntimos ou como eu aprendi mesmo), é um distrito de uma cidade chamada Cabo Verde, na cidade tem aproximadamente 14 mil habitantes. O distrito é bem pequeno e nós adoramos ficar lá.

11jul sítio Karol (1)Estávamos em Poços de Caldas na casa da Karol e de lá fomos conhecer a terrinha dela. Acordamos cedo (nem tanto), e partimos. A estrada foi tranquila e vazia. Pegamos um trechinho em obras, o que nos atrasou um pouco, mas foi tudo muito calmo. Logo chegamos na casa dos pais da Karol.

Gostamos muito de lá, primeiro porque fomos muito bem recebidas, com comida boa, gente simpática e doce de leite da mãe da Karol (os melhores do mundo). Gostamos também porque aprendemos muitas coisas. Por exemplo, tive um choque de realidade quando a Karol falou assim que era para deixar a porta aberta porque não sabia quem estava para chegar. Em Campinas esse é exatamente o motivo de trancar. Aliás, fazia anos que eu não via isso, de ir na casa dos outros e não precisar tocar a campainha, é só ir gritando “tô entrando” que tá tudo bem.

12jul leite vaca (1)Aprendemos o que é filipe. As pessoas chegavam e falavam sobre um tal de pagar o filipe. Não é que todos devem para um tal de Filipe, mas tratava-se de cafés gêmeos, sabe quando o grão fica grudado? Então aí a pessoa passa para a outra (não vou saber escrever como é) mas enfim, aquele que pega o filipe tem que pagar para o outro. Quando você acha um filipe você tem que passar ele. Teve mais cultura ainda nessa viagem, a Isabela aprendeu a tirar leite da vaca. Vimos todo o processo da plantação de café e a Isabela aprendeu o que é açude.

A Isabela ganhou um novo trauma, mas confesso que foi engraçado o susto que ela tomou. A galinha botou um ovo. Ouvimos todo o processo, e lógico, a Isabela ficou curiosa para ver o ovo. Lá foi ela ver o ovo. As galinhas assustaram com ela e ela com as galinhas, foi uma gritaria (dela e das galinhas). Depois teve o choro e por fim, ela riu me contando como foi, mas ficou com medo de galinhas.

11jul Festa Junina (10)Mas para alegria dela, pudemos rir de mim também. Eu tenho medo de cavalos. Lá estava eu guardando as coisas no porta malas do carro no sítio. De repente sinto uma respiração muito perto de mim. Gelei. Ouço uma voz gritando “vem Princesa”. Nessa hora eu travei e pensei “isso é nome de cavalo… f****”. Era mesmo, uma “cavala” tentando pegar as comidas que eu ia levar para a mãe da Karol. Fingi que nem ligo e sumi de perto dela. Cheguei com medo para contar pra Isa e ela riu de mim.

Teve muita novidade na nossa vida, a Isabela conheceu caminhão, trator, moto, animais da fazenda e teve uma certa liberdade que ela não tem em Campinas. Teve também uma festa julina muito legal no sítio do pai da Karol. Nunca vi uma festa com tanta comida. Também nunca vi a Isabela se divertir tanto em uma viagem. Mas o que mais marcou a Isabela em São Bartô foi conhecer a Rafa, uma amiga que ela fez e agora elas conversam quase toda noite pelo Whatsaap (a Rafa pelo celular da irmã dela e a Isa pelo meu). Agora que a gente sabe o caminho queremos voltar sempre.

11jul Festa Junina (11)

 

Um comentário em “São Bartolomeu de Minas

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: