Isabela e a redação do dia do trabalho

Lição da Isabela
Lição da Isabela

Assim como no dia da mulher, eu vinha me preparando para debater com a Isabela sobre o Dia do Trabalho para postar aqui. Mas a escola antecipou a conversa. Ontem ela teve que fazer uma lição interessante (e trabalhosa para a mãe). Ela tinha que pesquisar porque é feriado no dia 1º de maio. Coloquei o notebook com a página do Google aberta e falei para ela digitar o que precisava.

Lá foi a Isabela em sua primeira pesquisa sozinha. Com a maior pose de gente grande ela digitou “porque dia 1 de maio é dia do trabalho”. Eu selecionei as páginas que ela podia abrir e ela clicou nos links. Para surpresa dela, ela não entendeu nada do que leu. Mas vou contar aqui como a ajudei a fazer uma redação.

Depois que ela leu três textinhos (de três parágrafos no máximo), eu traduzi para uma linguagem simplificada a história e o motivo da data. Assim que ela me entendeu, ela pegou um papel e anotou o que queria falar. Ensinei a Isabela a fazer pesquisa, anotações e depois transformar isso tudo em texto. Levamos quase duas horas, mas ela não quis parar enquanto não terminou. Todo o texto foi feito com palavras dela.

Como fiz para que saísse uma redação:

Primeiro perguntei por que é feriado dia 01 de maio. Ela respondeu muitas coisas antes de falar que era dia do trabalhador. Se enrolou toda, ficou repetindo as coisas que leu na pesquisa. Para que compreendesse melhor a pergunta eu falei que tem dia das mães e dia das crianças, falei sobre as datas. Então ela entendeu que dia 01 era feriado do dia do trabalhador.

Depois pedi que me dissesse sobre o que ela ia falar para explicar a resposta dela. Ela disse que iria escrever que eles queriam trabalhar menos horas por dia. Foi o momento que aproveitei para explicar sobre desenvolvimento do texto. A questionei: eles querem trabalhar menos horas por quê? Eles são preguiçosos ou trabalham muitas horas? Diante da resposta de que eles trabalhavam muitas horas, mostrei a importância de primeiro contar como era, para depois falar o que mudou.

Entendido isso, ela escreveu sobre a longa jornada de trabalho e o ambiente insalubre (lógico que não usamos essas palavras). Como ela gosta muito de ler, eu pedi a ela que pensasse nos textos e que me falasse se eles têm muitos parágrafos ou se tudo é escrito junto. Ela quis fazer com muitos parágrafos. Sugeri que fizesse apenas cada assunto em um.

Para o próximo parágrafo ela apenas colocou as soluções que os trabalhadores acharam para os problemas que eles tinham. Ela não sabia como concluir, para mim a frase “por isso usamos a data” estava ótima. Mas ela achou que seria muito pouco, faltava falar dos trabalhadores que morreram, dos países usarem a data, e da “palavra”: inclusive o Brasil – que ela leu e gostou muito.

Finalizado o texto, era hora da ilustração. Ela me perguntou se já existiam trabalhadores mulheres nessa época, eu disse que sim. Então ela desenhou uma trabalhadora feliz por ter conseguido suas reivindicações.

Transcrevi aqui o texto dela, com a ortografia dela:

“Porque é dia dos trabalhadores.
Os trabalhadores trabalhavam muitas horas por dia e o lugar era mal cuidado e muito ruim.
Os trabalhadores pediram menos horas de trabalho no maximo 8 horas por dia e queriam ter uma fábrica mais limpa e organisada e queriam ter paz e liberdade depois de 8 horas de trabalho.
Por causa das manifestações dos Estados Unidos que muitos trabalhadores morreram e muitos paises usam essa data”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: