Papel de pai X papel de mãe

Ultimamente eu tenho visto muitas amigas compartilharem no Facebook imagens que comparam quando o filho está aos cuidados do pai e quando o filho está aos cuidados da mãe. Eu fico sem reação ao perceber que todas as vezes que vi esse tipo de compartilhamento, foram amigas orgulhosas dos pais de seus filhos por serem exatamente como nas imagens. Eu adoraria saber porque é que nós, mães, mulheres e seres que queremos o melhor para nossas crianças, achamos tanta graça em destacar que o pai só aparece para bagunçar e ensinar coisa errada, enquanto a mãe aparece para ser séria e educar. Aliás, essas piadas me fizeram levantar uma série de perguntas na minha cabeça.

Não seria papel dos dois, cuidar, criar, educar e divertir? Por que será que sentimos orgulho do pai que ensina as coisas erradas e faz brincadeiras perigosas? Por que será que não sentimos orgulho em ser a mãe que educa e ensina as coisas de forma segura? Pior ainda, porque será que separamos os papéis, o pai faz bagunça e ensina besteira, a mãe educa e dá bronca? Se a mãe morrer a criança vira um ser indomável? Se o pai morrer a criança vira um robô politicamente correto? No caso da Isabela que só tem a mãe, ela não saberia brincar e fazer arte?

Eu não acho certo achar bonito ou ainda, achar um equilíbrio, o pai desautorizar uma bronca, por exemplo. Acho super legal e amaria que a Isabela tivesse um pai que pula na poça de lama, que faz bagunça no banho, essas coisas todas. Eu sempre falo que seria ótimo ela ter uma segunda opinião na sua criação, uma pessoa para me dizer quando eu exagerei ou quando eu deveria ter sido mais firme. Lamentei essa falta, até um dia que decidi assumir que vai ser criada só por uma mãe então eu vou ter que saber dançar conforme a música, quando tenho dúvidas, quando tenho medos ou quando me sinto perdida, chamo amigas, familiares e qualquer mulher que tem experiência como mãe ou educadora e peço socorro.

Não estou aqui a criticar os pais ou suas brincadeiras só porque são os pais e não as mães quem os faz. Também acharia um absurdo se fosse o contrário. Eu sempre defendo que pai e mãe têm o mesmo papel na vida do filho. Cada um terá sua personalidade, independente de gênero, mas ambos devem participar. Alimentar, limpar, cuidar, amar, dar remédio, educar, ensinar, fazer lição, tudo isso cabe aos dois de forma igual. Se um dos dois trabalha fora, o normal é que quando chega em casa no fim do dia, quer ver seu filho, quer amar, quer saber como foi o dia dele.

Na nossa sociedade, o comum é a mãe passar mais tempo com os filhos, então é a mãe quem ajuda na lição, quem dá bronca porque aprontou na escola, quem corrige a postura durante as refeições e todos os outros pequenos detalhes do dia-a-dia. Porém o pai, quando retorna ao lar, deve manter a educação do filho.

Esse tipo de piada só reforça que o pai só aparece na hora boa, na foto da festinha do final de semana, na hora de dar boa noite na porta do quarto ou na hora do jantar, quando todos já estão de banho tomado e lição feita. Assim fica fácil ser associado à diversão, porém, fica difícil conquistar o respeito desse filho mais tarde, quando ele se lembrar de quem ensinou tudo a ele. Quando ele se tocar que o pai não faz parte das lembranças da infância, apenas participa de alguns eventos, verá que a figura do pai se assemelha a de um irmão mais velho, e aí o amor e o respeito são outros, a relação é outra, a figura é outra. Como pai, será que é isso que o homem quer?

As mães devem sim sentir orgulho dos pais de seus filhos, os pais devem sim ser divertidos. O que não podemos é carimbar um personagem para cada um e achar bonito quando um dos dois desautoriza o outro, ensina coisa errada ou coloca o filho em perigo. Brincar sempre é gostoso, piada de internet é legal, mas cuidado com os papéis que nos permitimos incorporar. Vamos entender que os papéis são iguais tanto nas brincadeiras quanto nas responsabilidades, assim fica mais leve para os dois lados, os dois podem dar bronca sem sentir culpa e podem brincar sem perder a autoridade.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: